www.azeitao.net

 

Lapas/Grutas

 

transcrição de uma publicação de 1939 - por José Albino

Santa Margarida

               Vasta e maravilhosa, a maior beleza da Natureza na Arrábida. Tem duas entradas, uma sobre o mar e outra do lado da serra, com bom caminho mandado construir pela Comissão de Inciativa de Setúbal.

Tem fortes colunas formadas por estalactites e estalagmites.

Ao fundo da gruta há uma pequena capela com o altar de Santa Margarida, à esquerda a porta da sacristia metida na rocha e a pequena distância um púlpito em pedra. A capela é cercada de gradeamento de madeira e defendida  da humidade por um telhado.

Em 1606 teve confraria.

À entrada, do lado da serra, há um elegante cruzeiro.

Do lado do mar está um penedo denominado do Duque, desde o tempo em que D. Álvaro de Lencastre nele se divertia na curiosa pesca da cana.

 

Lapa do Médico

            Esta lapa é uma verdadeira maravilha da natureza, descoberta por um pastor em 1856 ou 1857.

            É uma gruta subterrânea, onde se admiram belas estalactites e estalagmites.

            Como se sabe estalactite é a concreção calcária formada na abóbada dos subterrâneos pela infiltração lenta das águas e estalagmite a formada no solo.

            Na do Médico, logo à entrada nos aparece como que uma mitra de bispo e ao fundo, colunas dando um aspecto fantástico.

            Apesar de descoberta por um pastor, é conhecida por «Lapa do Médico» por ali ter habitado, por algum tempo, um médico de quem se ignora o nome.

            A Lapa fica no atalho que da porta do Carro segue ao chafariz do Solitário, passando-se as ruínas da capela de S. Paulo e atravessando-se o Vale da mesma denominação.

             Manuel Maria Portela, em folhetim, no nº 218 da «Gazeta Setubalense», de 27 de Junho de 1873, referindo-se a esta Lapa, escreveu: «El logar eminente, e não distante do vale que chamam da Mata Coberta, por ser de espessura impenetrável aos raios de sol, vêm-se ainda os restos da parede que resguardam o concavo da rocha onde habitou um médico, do qual a tradição nos refere apenas que foi notável pelos seus conhecimentos científicos, e que ali se recolheu, depois de haver percorrido vários países em dilatadas viagens.

            A Lapa do Médico tem na parte inferior um vasto subterrâneo que produz verdadeiro assombro.

            A entrada é perpendicular e apresenta no começo uma pequena área quási circular donde partem duas compridas galerias em que brilhando pirâmides e colunas de estalactites, ostentam formas singulares.

            O teto da gruta é coberto de saliencias cristalisadas.

            Foi surpreendente o efeito que senti entrando pela primeira vez nêste recinto alumiado pelas luzes dos brandões, que lhe davam maravilhoso, impossível de descrever.

            O pavimento subterrâneo da Lapa do Médico foi casualmente descoberto no ano de 1856 ou 1857 por um pastor e por mais dois individuos que com ele estavam, destacando por meio da fôrça uma pequena pedra, e atraidos pelo som que haviam percebido vir debaixo dele quando tocado com o cajado, cuja extremidade era revestida de ferro».

 

Lapas menos importantes

 

§       Lapa dos Morcegos – junto ao oceano, entre a praia de Alpertuche e Cezimbra. É grande e dificultosa a entrada que só pode fazer-se pelo lado do mar.

§       Lapa das Cabras – perto do Portinho, no sitio do Creiro. Grande, mas sem beleza.

§       Lapa do Cavalo – perto do Forte, no caminho para o Portinho. Serve de habitação.

§       Lapa do Lobo – pequena lapa no Valelongo. A frente simula um arco encimado por um óculo.

§       Furna de Alcantilares – próximo ao Portinho, na vertente da serra.

 


 

Realizado por Bernardo Costa Ramos  -  © Todos os direitos reservados - www.azeitao.net

 

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 PUBLICITE neste site!

Este site foi compilado com optimização para uso com o Internet Explorer 4 ou superior. Embora funcione noutros browsers (por exemplo, Netscape), muitas das funções não terão pleno funcionamento, podendo igualmente existir configurações distorcidas.

 :: © 1999/2007 - Bernardo Costa Ramos  :: www.azeitao.net  ::  Azeitão, uma região a descobrir! ™ ::

Visite ainda: www.saboresdeazeitao.com  ::  www.bacalhoa.eu :: www.troiaresort.com

Declaração de exoneração de responsabilidade :: Sobre o sítio/site www.azeitao.net